7 formas de ir para Machu Picchu

como chegar em Machu Picchu

Existem diversas maneiras de se chegar em Machu Picchu. Cada uma delas tem vantagens e desvantagens, que vão do preço ao tempo de deslocamento. Por exemplo: ir de van pode lhe custar até dez vezes menos do que ir com o caríssimo trem. Entretanto, seu tempo de deslocamento vai demorar 4 vezes mais.

As principais formas de ir de Cusco a Machu Picchu são:

  • Trem;
  • Van + trilha da hidrelétrica;
  • Trilha Salkantay;
  • Trilha Inca;
  • Pelos trilhos;
  • Trilha por Choquequeirao;
  • Conta própria.

Neste artigo, vamos falar sobre cada uma delas. Confere aí!

Tudo começa em Cusco…

indo de Cusco a Machu Picchu

Obrigatoriamente, sua viagem para Machu Picchu vai começar por Cusco, a antiga capital do Império Inca. Todas as principais estradas que levam a MaPu, a cidade que nunca foi encontrada pelos espanhóis por causa de sua localização remota, partem daqui. Quem vai de trem ou pela trilha inca ainda vai precisar chegar um pouco mais próximo do sítio histórico, em Ollantaytambo.

…e termina em Águas Calientes

Também é importante saber que todos os caminhos levam, antes, para Águas Calientes, a cidade que fica aos pés de Machu Picchu e serve de base para os turistas. Restaurantes, hotéis, mercados, casas de câmbio, caixas automáticos, tudo pode ser encontrado em Águas Calientes e possivelmente você vai precisar passar, pelo menos, uma noite aqui.

De Cusco e Ollantaytambo a Águas Calientes

1 – De trem

chegando em Machu Picchu de trem

De preto: Trecho de Cusco a Ollantaytambo
De amarelo: Trecho de trem

É a maneira mais rápida e confortável de se chegar em Machu Picchu. Se você está com o roteiro apertado e quer fazer o passeio como um bate-volta, indo e voltando desde Cusco no mesmo dia, é o único modo que lhe permite isso. Mas prepare-se para sair bem cedo. A desvantagem é, de longe, o preço. O trem é o modo mais caro, indo de US$ 55 a US$ 250 o trecho.

Duração: 2 hora e meia (desde Ollantaytambo)
Preço: a partir de US$ 110 ida e volta
Saiba mais sobre ir de trem para Machu Picchu

2 – de van + trilha pela hidrelétrica

indo para Machu picchu de van

Essa é a alternativa preferida pelos mochileiros, pois alia rapidez a um bom custo-benefício. É bem mais demorado que o trem – são 6 horas de estrada, mais 2 horas de caminhada da hidrelétrica até Águas Calentes, ma também custa muito menos: PER 35 (Soles Peruanos), ou algo como US$ 10. Se escolher essa opção, será necessário reservar um dia para viagem e outro dia para conhecer Machu Picchu e voltar para Cusco.

Duração: 8 horas (6 horas de van + 2 horas de caminhada)
Preço: A partir de PER 70
Saiba mais sobre ir de van para Machu Picchu

3 – Trilha Salkantay

trilha salkantay para machu picchu

Essa trilha tem esse nome por dar a volta no nevado Salkantay. A saída clássica é da cidade de Mollepata, próximo de onde está a Laguna Humantay e dura 4 dias e 3 noites até Águas Calientes. São cerca de 80 quilômetros, que podem ser percorridos de forma autônoma, sem necessidade de autorização.

Distância: 80 quilômetros
Duração: 4 dias
Preço: Se for contratar por agência, consegue no local a partir de US$ 100 (em grupo de até 15 pessoas, com refeições, transporte e barraca somente para o período da trilha)

4 – Trilha Inca

trilha inca para machu picchu

A clássica Trilha Inca é regulada pelo governo Peruano, de forma que só é permitido que um número limitado de pessoas caminhe nela por dia. Se for sua ideia fazê-la, contrate o serviço de algum guia cadastrado com antecedência. É possível encontrá-la por US$ 200 (com tudo incluso, menos Machu Picchu). São 3 dias de caminhada entre Ollantaytambo e Águas Calientes, em um percurso de 40 quilômetros.

Distância: 40 quilômetros
Duração: 3 dias
Preço: A partir de US$ 200 (em grupo de até 15 pessoas, com refeições, transporte e barraca somente para o período da trilha

5 – Pelos trilhos desde Ollantaytambo

Essa é só para os fortes e bem condicionados fisicamente. Há quem caminhe os quase 50 quilômetros entre Ollantaytambo e Águas Calientes pelos trilhos de trem. A caminhada é difícil por causa da distância. Quem fez, garante que não exige muita força, pois é um declive de mais de mil metros entre o início e o fim do caminho, de forma que você está sempre caminhando “morro abaixo”. Quem duvida, é só ler os comentários deste track log no Wikilock.

Distância: 48 quilômetros
Duração: 12 horas a passos rápidos
Preço: de graça

6 – Por Choqueiquerao

trilha por choqueiquerao a machu picchu

Nós não fizemos, mas fica por curiosidade ou espírito aventureiro: assim como Machu Picchu, Choqueiquerao é uma cidade inca que não foi descoberta pelos espanhóis, se mantendo praticamente intacta no que diz respeito à ação humana. Ela tem uma área, pelo menos, três vezes maior que Machu Picchu e há uma trilha que une os dois locais, sendo necessária uma caminhada de 5 dias para ir de uma cidade a outra.

Mas o mais desgastante não é isso. Choquequerao fica no meio do nada e, pra chegar lá, é preciso fazer outra caminhada de, pelo menos, 4 dias, desde uma cidade chamada San Pedro de Cachora. Uma aventura de 132 quilômetros.

7 – Por conta própria

A ideia é chegar em Águas Calientes, desde Cusco, sem necessidade de tomar algum transfer de agência. Para isso, será precisa combinar transporte público, taxi e caminhada. Fora as trilhas, esta é a maneira mais demorada para chegar em Machu Picchu e você vai gastar mais do que indo de van. A vantagem é ter um contato mais próximo com os moradores locais.

O primeiro passo é ir até Santa Rosa de ônibus. Desde Cusco, saem coletivos do terminal da calle Antonio Lorena, no Centro da cidade. São cerca de seis horas de vagem ao preço de PEN 20. Depois, é preciso tomar uma van até Santa Tereza, por PEN 10 – duração de uma hora. Por fim, um taxi até a hidrelétrica, por PEN 20, ou caminhar os 20 quilômetros por estrada de terra.

Gostou das dicas? Então conheça o nosso Guia do Mochileiro Aventureiro – Machu Picchu e Cusco!

Henrique Lammel

Jornalista e produtor de conteúdo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.