9 lugares incríveis para conhecer no parque Torres del Paine

É difícil ver uma lista sobre os trekkings mais bonitos do mundo e algum circuito do parque chileno não estar enquadrado entre um dos dez mais bonitos do mundo. E há muito o que fazer em Torres del Paine!

Quando fui percorrer o trekking pelo circuito O, pensei que alguns momentos seriam tediosos. Estava errado. Em nenhum dos dez dias que passamos andando em volta do Macizo de Paine Grande, a natureza deixou de nos brindar com pelo menos uma surpresa.

Glaciar Grey

glacial gelo montanhas

Os três dias que passamos próximos ao Glacial Grey foram os mais frios do circuito. Em compensação, estão entre os mais bonitos. Parte desse trajeto só é acessível para quem faz o circuito O, pois ele tem mão única a partir do camping Serón.

O Grey tem esse nome por apresentar, além do azul característico, uma coloração cinza, causado por fragmentos de pedras que rolam para dentro do lago e vão repousar embaixo do glacial. Suas paredes chegam aos 30 metros de altura.

Há três formas de chegar nele, sendo a mais fácil tomar um catamarã em Pudeto e caminhar cerca de três horas. No camping Grey, é possível contratar um barco que faz navegação pelo lago e se aproxima do glacial, além de um mini trekking pelo gigante de gelo.

Mirador das Torres

montanha lago

É a atração que mais atrai turistas. Prepare-se para encontrar uma trilha cheia deles, ainda mais se você vai optar pelo day tour no parque e não terá a mínima chance de evitar o horário entre às 10h e às 18h (tem certeza que você vai passar apenas algumas horas em um lugar tão bonito?).

Se você pretende ir até as torres em um único dia, é bom estar com um bom preparo físico. São cerca de 9 horas de caminhada, montanha acima.

Camping Dickson

montanhas lago

À beira do lago Dickson, onde começa o Rio Paine, está o camping Dickson. Ele está cercado por quase uma dezena de montanhas com dois mil metros, uma estatura considerável para região patagônica. Para chegar lá, somente encarando os 132km do circuito O.

Valle del Francês

vale frances torres del paine

Dormir no camping Italiano, que está na entrada para o Valle del Francês, é certeza de ouvir o Glaciar Francês quebrando a noite toda. O trajeto é mais curto que o do mirador das Torres, mais muito mais íngreme e exigente.

Muita gente não chega a ir até o fim do vale, no Mirador Britânico, parando no glacial. Consequentemente, essa primeira parte da trilha é mais movimentada.

A maneira mais fácil para chegar é, novamente, tomando o catamarã. São cerca de três horas de caminhada para o lado contrário da direção que leva ao glaciar Grey.

Passo John Gardner

montanhas homem

Aqui, só chegam aqueles que estão dispostos a encarar o circuito O. É o ponto mais alto do trekking, com 1200 metros. A subida não é tão intensa. O grande obstáculo é o vento forte e o frio.

O parque sugere que se saia ainda noite do camping Los Perros e o passo seja feito pela manhã. Segundo um guia me disse, os ventos são menos fortes nessa parte do dia (carece de fontes).

Para mim, cruzar o passo e dar de cara com o glacial Grey foi um dos momentos mais incríveis do trekking. Tudo muda, inclusive o clima. O frio é tão agressivo que não é possível parar por muito tempo para admirá-lo.

Mirador Britânico

montanhas floresta

Está no fim do Valle del Francês e nem todo mundo consegue chegar lá devido a inclinação da trilha. É outra atração que está em um ponto exposto ao vento e nem sempre é possível chegar no mirador.

Pontes Colgantes
homem ponte

Em meio a tanta exuberância da natureza, há espaço para um pouquinho do trabalho do ser humano. Duas pontes colgantes estão entre o camping Passo e o camping Grey, facilitando Cordón do glaciar Olguin, que se estende pelo Glaciar Grey.

Glaciar Los Perros

homem glacial

Muita gente passa batido pelo mirador do Glacial, que fica alguns quilômetros antes do camping Los Perros. É possível ter acesso ao lago formado pelo derretimento do bloco de neve ao longo da trilha.

Camping Torres Central

barracas camping montanha

O maior camping de Torres del Paine fica aos pés do Macizo Paine, um incrível bloco de montanhas com picos que chegam a medir entre 2600 e 2850 metros. Sair da barraca de manhã cedo e dar de cara com um desses gigantes é uma experiência única!

Henrique Lammel

Jornalista e produtor de conteúdo

2 comentários em “9 lugares incríveis para conhecer no parque Torres del Paine

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.