Viajar de ônibus pelo Peru é seguro e confortável

como-viajar-onibus-peruDe todos os países da América do Sul, o Peru é, sem dúvida, o país que oferece o melhor serviço de transporte de ônibus, (e muitos europeus garantem que é um dos melhores do mundo), se você quiser pagar por isso. Como diversas empresas exploram o mesmo trecho, há uma infinidade de companhias, que se diferem no preço e, consequentemente, na qualidade do serviço que oferecem.

As melhores, como Cruz del Sur, Oltursa e Movil Tours, possuem uma frota de ônibus novos e bem cuidados, com wii-fii, carregador de celular, poltronas mais confortáveis e espaçosas, possibilidade de comprar a passagem pela internet, boas refeições quentes, entre outras comodidades.

Outras, como Civa, conseguem oferecer um serviço similar com preços mais atrativos. Há companhias como a Tespa e a Andoriña, com uma frota regular de ônibus (mais simples, claro), porém quase sem serviços. E por fim, as pequenas companhias, com ônibus velhos e comuns, sem serviço algum, porém passagens muito baratas.

Para se ter ideia: a mesma passagem de ônibus entre Lima e Cusco, que pela Tepsa custa PER 50 (R$ 50), sai por R$ 170 pela Cruz del Sur (bus cama).

E se você vai viajar para o país, não deixe de conhecer nossas dicas para economizar na sua viagem pelo Peru.

Experiência com as empresas caras

onibus-peru

A concorrência pelo passageiro no Peru é grande, e as empresas de ônibus competem diretamente com as companhias aéreas low cost. Tentam se diferenciar no conforto: oferecem um serviço semelhante a de uma viagem de avião, porém com poltronas maiores e mais confortáveis. A experiência sempre muito boa, principalmente com a Movil Tours e Oltursa.

Experiência com as empresas baratas

Com a Tepsa foi boa: os ônibus eram simples, porém novos e valeu o preço que paguei. Com as companhias super baratas, já não foi tão boa. Eles não tem tantos cuidados com a questão de segurança no embarque de passageiros. Como o veículo é comum, o espaço entre as poltronas é menor, tornando as viagens com mais de 10 horas bem cansativas, pelo menos para mim, que tenho mais de 1,80 de altura.

Por fim: a pior experiência foi no trecho Cusco – Arequipa, pela empresa San Cristovan. Começou a chover pela noite e entrou água pelo teto do ônibus. Foi bem difícil dormir, mas a passagem custou 25% do que custaria por uma Oltursa.

Viajar de ônibus pelo Peru é seguro

Hoje, viajar de ônibus no Peru é muito mais seguro que no Brasil. Você é obrigado a fornecer seus dados ao comprar a passagem e precisa apresentar algum documento de identificação ao embarcar. Também fazem um vídeo do seu rosto e, para alguns trechos, tomam sua digital. Não é incomum que o ônibus seja parado no meio do caminho em algum bloqueio da polícia, que vai subir no coletivo e checar o documento de alguns passageiros.

Outro cuidado que se tem hoje é com o motorista. Antigamente, era provável que o condutor dirigisse mais de 20 horas sem parar. Hoje, isso é ilegal e praticamente todas as empresas tem dois motoristas por viagem.

Com o crescimento do turismo no Peru, a fiscalização para que todas as empresas sigam essas regras está bem mais rígida. Porém, vou voltar a experiência com a San Sebastian: pediram apenas minha identificação, porque a câmera para registrar o rosto dos passageiros estava estragada.

Como funcionam as rodoviárias

onibus-peru-civa-simples

Diferente do Brasil, onde levamos a mala até o bagageiro do ônibus, no Peru é necessário despachar a bagagem, num modelo muito semelhante ao utilizado pelas companhias aéreas. Vai parecer um pouco estranho no começo, mas com o tempo se acostuma. Nunca fiquei sabendo de alguém que teve a mala roubada.

Muitas cidades, como Lima, não possuem rodoviária. Há um terminal de ônibus em Olivos, no norte da cidade, mas a maioria dos estrangeiros ficam em Miraflores e acabam utilizando as sedes das empresas localizadas no bairro San Isidro.

Cusco e Arequipa possuem terminais rodoviários. Nesses locais, é preciso pagar uma taxa de embarque em um guichê da rodoviária.

Comprar passagem de ônibus na internet

Há um aplicativo chamado Red Bus que facilita muito a vida. Ele permite a pesquisa de destinos por diversas empresas e a compra da passagem, desde que você tenha um cartão de crédito de uso internacional (não esqueça de desbloquear para o país que você irá viajar).

onibus-peru-civa

Dicas

– Ter um agasalho é peça obrigatória, mesmo que a empresa lhe entregue um cobertor. Os motoristas costumam deixar o ar-condicionado na temperatura frio extremo e muitas vezes não vai adiantar reclamar.

– Os ônibus peruanos são agradáveis e as distâncias entre as cidades costumam ser grandes. Viajar à noite é uma boa opção para economizar em hospedagem e em tempo.

– Algumas empresas, como a Oltursa, oferecem desconto nos acentos localizados ao lado do banheiro e próximo a terramoça (os passageiros possuem um botão de chamada, que fica tocando a noite inteira).

E se você vai para o Peru, pode se interessar por:

– Dicas sobre o que fazer em Huaraz e como é o trekking pela Cordillera Blanca;
– Como chegar nas praias de areia vermelha de Paracas e Ica;
– Quanto custa para visitar Machu Picchu;
– O que fazer no Vale Sagrado dos Incas.

Foto de capa: Divulgação/Oltursa
Demais fotos: Divulgação/Civa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.