Guatapé – um dos lugares mágicos da Colômbia próximo a Medellin

guatape colombia

Guatapé é uma espécie de Búsios colombiano: jogadores de futebol como James Rodrigues possuem casas em ilhas da represa, como também Pablo Escobar tinha há décadas. A cidade fica a cerca de duas horas de Medellin e, se o tempo de viagem for curto, é possível e indicado fazer aquele bate-volta em um dia.

A cidade é conhecida por dois motivos. O primeiro é a construção de uma represa que alagou grande parte do território de Guatapé e El Peñol, em 1978 (caso você fizer o passeio de barco, é possível chegar no local onde havia uma cidade, marcado pela cruz da torre da igreja que fica submersa quando os níveis da lagoa estão normais). Ele formou um lindo lago artificial, com diversas ilhas, que pode ser melhor visto de cima de uma grande pedra. Para permitir o acesso de todas as pessoas ao cume da rocha, uma enorme escadaria foi construída ao seu lado.

Depois, tem um apelo turístico forte por ser o local onde Pablo Escobar tinha uma de suas fazendas. Ainda é possível visitá-la, mas foi queimada, destruída e não sobrou muito para ver. Guatapé é turística e consequentemente os preços podem ser um pouco mais caros. Ao mesmo tempo, há uma boa oferta de hostels e restaurantes, que não são muito econômicos. Porém, os comerciantes da cidade são bem receptivos à negociação.

Os paisas

Quando se está na Colômbia, não é incomum ouvir alguém chamar outra pessoa de paisa ou paisano. Essa é a alcunha dada a quem vive no departamento de Antioquia, cuja mais famosa cidade é Medellin, a segunda maior do país. Os pueblitos paisas mais famosos são Guatapé, Santa Fé e El Jardin.

.: Tudo o que você precisa saber antes de viajar para a Colômbia

O que fazer

Subir o Peñól

penol guatape o que fazer

A principal atração de Guatapé é observar o lago formado pela represa desde o mirador do Peñol. A entrada custa COP 15.000. As moto-taxis cobram caro (mais de COP 15.000), mas é possível pegar um ônibus de linha por COP 2.000 ou ir caminhando: são quarenta minutos da cidade. Porém, lembre-se que serão cansativos 740 degraus para chegar no cume da rocha.

Se você vem de Medellin e não pretende passar a noite em Guatapé, poupe tempo. Peça ao condutor para parar na pedra e vá conhecê-la de cara. Lembre-se: parar na pedra, e não no Peñol, que é o nome da cidade localizada antes de Guatapé. Na volta, basta ir caminhando, esperar o bus de linha na estrada ou tomar um taxi.

Andar de lancha pelo lago

casa lago

Depois de ver o lago por cima, é possível vê-lo por baixo. A atração são as ruínas da fazenda é a ilha onde está o que sobrou da fazenda do Pablo Escobar. A navegação custou COP 12.000 por uma hora, dividido entre seis pessoas. Para descer do barco e visitar a fazenda, é preciso pagar COP 5.000.

A Hacienda Manuela tem 20 hectares e foi um presente do colombiano para sua filha. À exceção de um cômoda transformado em bar, está tudo destruído. A maior parte queimou junto com a explosão de uma bomba, em 1993. A fazenda tem quadra de tênis, de futebol, piscina e até uma pista de motocicleta.

Uma curiosidade é que as ruínas da fazenda se tornaram, hoje, em um campo de paint ball. Isso mesmo: você pode trocar tiros de tinta com seus amigos nas ruínas dos prédios.

Conheça a colorida cidade de Guatapé

Se você pretende ver o Peñol e voltar para Medellin sem passar pelo centro da cidade, não faça isso! Guatapé é única, toda colorida! Não deixe de caminhar algumas horas sem rumo pelas suas ruas centrais.

casas coloridas colombia guatape

Como chegar em Guatapé

Há ônibus direto de Medellin. Para ir a Guatapé, é preciso ir ao terminal norte da cidade. A passagem custa a partir de COP 6.500 e dura duas horas até o centro da cidade. Sempre lembrando que, se você estiver com pouco tempo, o melhor a fazer é parar alguns quilômetros antes de chegar no centro, no Peñol.

Onde comer barato

Os restaurantes mais caros estão concentrados na orla da represa, mesmo assim, se você estiver em um grupo de três ou mais pessoas e for comer o menú, é possível almoçar e jantar por COP 7.000. Os lugares mais econômicos estão em volta da praça, onde é possível encontrar pratos a partir de COP 9.000.

Onde se hospedar em Guatapé

Acabei me hospedando por COP 15.000 em uma casa de família, há uns 20 minutos de caminhada da praça principal, depois de uma ponte. Além de ser um tanto afastado do centro, o lugar era um pouco perigoso e escuro, por isso não aconselho se você estiver sozinho. Porém, nessa zona é possível encontrar camas em hosteis por menos de R$ 20.

As hospedagens mais caras estão no entorno da praça, porém, se afastando uma quadra, já é possível encontrar habitações por COP 25.000. Esse preço pode aumentar em finais de semanas e na alta temporada.

ruas casas

O clima e o que levar

Os meses com maior chance de precipitação são de julho a novembro. Porém, as chuvas não costumam ser prolongadas, durando no máximo um dia. O clima é bem agradável: pelo fim da manhã e começo da tarde, a temperatura pode chegar aos 30º, não mais que isso, baixando na noite, porém não o suficiente para que se roupas mais grossas. Uma camisa de manga comprida dá conta do recado.

Custos

Passagem desde Medellin: COP 6.500
Habitação em casa de família (acabei conseguindo em condições melhores que um hostel): COP 15.000
Prato de comida: entre COP 7.000 e COP 9.000 (negociado)
Passagem até a pedra de ônibus: COP 2.500
Entrada para o mirador da pedra: COP 15.000
Passeio de barco pelo lago: COP 12.000

pedra mirador

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.