O que fazer em Paracas, uma cidade no litoral do Peru

playa roja paracasParacas é um pequeno balneário, na costa do Oceano Pacífico, a cinco horas de Lima. Destino tradicional entre os peruanos, vem recebendo cada vez mais turistas estrangeiros, principalmente pela sua proximidade com o oasis de Huacachina.

Geralmente, as pessoas se hospedam em Ica, que está mais próxima do oasis e é uma das cinco maiores cidades do país. Entretanto, está no meio do deserto e não apresenta os mesmos atrativos de Paracas.

Além da praia do balneário de Paracas (própria para banho) está próximo a duas reservas nacionais: a do Deserto e das Islas Balestras, um arquipélago com 22 ilhas que é casa de milhares de aves e animais aquáticos. Se veem mais aves e lobos marinhos que em todos os programas do Discovery Chanel juntos (e na época certa, muitos pinguins também).

Foi um dos lugares que mais me surpreenderam no Peru. Passei quatro dias por aqui, fazendo um bate volta, em um deles, até Huacachina. É um lugar muito calmo e tranquilo, com alguma agitação noturna, principalmente nos finais de semana.

O que fazer em Paracas

Reserva nacional de Paracas

oceano pacífico reserva paracas

São diversas praias – não banháveis – que se espalham pela costa do Oceano Pacífico. A minha dica é que você visite a Reserva Nacional de Paracas de bicicleta. Assim, terá total liberdade para pedalar e explorar todos os cantos desse lugar. A outra alternativa é um tour, que dura cerca de três horas, dentro de uma van.

A reserva possui 325 mil hectares, sendo 200 mil dentro do Oceano Pacífico. Nem todo o parque pode estar aberto a visitação. Quando fui, infelizmente, estavam fechados dois trechos, sendo um deles o que leva até La Catedral, uma formação rochosa pontiaguda que se assemelha às torres de uma igreja que é símbolo da reserva.

É cobrada uma entrada de PER 10 para entrar no parque e o aluguel de bicicleta sai por PER 25 (possível negociar por menos).

reserva deserto paracas carro

Além do deserto de montanhas rubras, é no parque que está localizada a Playa Roja, uma praia de areia e montanhas vermelhas. Ainda se pode destacar as praias de Yumaque e Punta Arquillo, onde ficam restaurantes e bares.

Indico, mesmo, que façam esse passeio de bicicleta. A sensação de liberdade em pedalar por um deserto e a vista das praias à beira de ribanceiras são únicas. Não se esqueça de levar bastante água e abuse do protetor solar.

Caso a ideia for fazer o tour de van, eles saem todos os dias de Paracas (mas também podem ser contratados em Ica). Outra opção é alugar quadriciclos.

Islas Balestras

islas balestras peru

O golfo de Paracas é a casa de pinguins, lobos e leões marinhos, além de dezenas de espécies de aves. A meia hora de barco do continente estão as Islas Balestras, onde está localizado outro parque nacional. São formadas por diversas rochas, trabalhadas pela ação do mar. As águas frias fazem com que, em determinadas épocas do ano, milhares de pinguins façam do arquipélago a sua casa.

Os barcos costumam passar muito perto das ilhas, sendo possível ver os lobos e leões marinhos e as dezenas de espécies de aves nativas e migratórias muito de perto. Os tours saem todos os dias, às 8h e às 10h.

O tour de barco, com duração de duas horas e guia, custa PER 28, com a taxa para utilização do ancoradouro. Ainda é cobrado um ingresso de PER 10 de ingresso da reserva.

lobos marinhos islas balestras

Onde se hospedar

Se você estiver indo em um feriado ou final de semana, reservar um alojamento é obrigatório, pois nessas datas a cidade enche de limenhos. Quando fui, fiquei em um hostel chamado Icthus (clique aqui e confira as ofertas no Booking.com), a R$ 25 a diária em um quarto compartilhado – cama confortável, atendentes simpáticos e competentes, enfim, um bom custo benefício.

A localização é ótima, entre a área mais movimentada e a mais barata da cidade, a três quadras do mar. Acabei alugando bicicletas para andar pelo deserto pelo próprio hostel, com um preço melhor que nas agências pela cidade. Ainda possui um terraço, de onde é possível ter uma bela vista da cidade e da praia. A única desvantagem fica por conta da cozinha, que não era nada equipada.

De toda forma, o que não faltam são opções de hospedagem, sendo as mais econômicas localizadas da avenida principal em direção contrária ao oceano.

Como chegar

Desde Lima, saem ônibus das principais companhias a partir de PER 30. Ainda partem ônibus direto de cidades como Arequipa e Cusco. Uma opção é ir, primeiro, até Ica, que fica a menos de uma hora de Paracas. Porém, os ônibus entre Ica e Paracas podem custar caro dependendo a época do ano.

Quando ir a Paracas

A melhor época para visitar a cidade é no inverno, quando os termômetros são muito mais amenos. Historicamente, Paracas é uma cidade de clima seco, onde quase não chove. Em média, a temperatura fica acima dos 30º durante o dia, baixando de maneira considerável à noite.

No inverno, o clima pode ficar entre os 5º e 10º durante a noite.

Onde comer

Os restaurantes mais turísticos ficam localizados na orla do balneário e são dezenas de opções. Se você busca uma refeição mais econômica, deve se afastar pelo menos duas quadras do oceano, cruzando a avenida principal.

Custos

Hostel com quarto compartido em Paracas: a parit de PER 18
Prato de comida: A paritr de PER 10 (os menus mais baratos que encontrei)
Entrada para as Islas Balestras e a Reserva de Paracas: PER 15 as duas (validas por dois dias) ou PER 10 individual
Aluguel de bicicleta: PER 25 o dia
Tour de van à reserva (duração de três horas): PER 35
Tour de barco às Islas Balestras (duração de duas horas): PER 25 + taxa de PER 3 (para utilização do ancoradouro)

dunas deserto peru

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.