O que fazer em Gramado, no Rio Grande do Sul

o que fazer em gramado rs

A pequena cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul, anteriormente era usada como passagem para tropeiros que tocavam o gado pelos Campos de Cima da Serra gaúcha. Hoje, é um dos principais destinos turísticos nacionais, principalmente de casais e famílias, que vão brincar na neve, aproveitar o clima aconchegante e se encantar com as ruas e prédios, com seus jardins e casas bem cuidados.

Localizada à 130 quilômetros da capital do Estado, Porto Alegre, foi inicialmente povoada por imigrantes portugueses 1875. Mas foram os alemães que chegaram décadas depois que influenciaram a estética das construções da cidade.

Gramado tem uma infinidade de atrações para todos os gostos, idades e estilos. Neste post, vamos trazer aqueles pontos turísticos que consideramos imperdíveis e aqueles gratuitos, que você pode conhecer gastando quase nada 😉 Só para se ter ideia: trazemos 13 atrações, mas existem muitas, mas muitas outras em Gramado e nas cidades próximas.

Foto: Nathalia Morellato , WikiCommons

Como chegar

A principal forma de chegar até Gramado é por meio de rodovia. Saindo de Porto Alegre, são duas horas e meia de carro, aproveitando as paisagens e parando em diversos estabelecimentos de beira de estrada que foram a Rota Romântica.

De ônibus, desde Porto Alegre, são de duas a três horas. O preços fica em cerca de R$ 65.

Se você não é do estado e chegará pelo aeroporto de Porto Alegre, vale conferir os Tranfers da empresa Citral de Porto Alegre a Gramado. Os preços não se diferenciam muitos da rodoviária. Tome cuidado apenas com seu horário de desembarque e a partida do ônibus.

A cidade mais próxima de Gramado com aeroporto é Caxias do Sul, que fica a 70 quilômetros de distância. Oferece voos regulares desde diversas cidades brasileiras, como os aeroportos de Congonhas, Guarulhos e Campinas. Depois disso, ainda terá que se locomover por rodovias: mais uma hora e meia de viagem.

O que ver em Gramado

Gramado é uma cidade totalmente voltada para o turismo. As pessoas são receptivas e hospitaleiras e as paisagens e o clima se assemelham muito aos da Europa.

Mini-mundo

A cidade de Gramado, por si só já é uma atração, com sua arquitetura charmosa e requintada. Uma caminhada pelo centro da cidade já ajudará você a entrar no clima.

Se ficar mais de três dias, uma boa dica é aproveitar para conhecer as cidades próximas, como Canela (distancia de 10 km, cerca de 20 minutos), Nova Petrópolis (distância de 35 km, cerca de 45 minutos) e São Francisco de Paula (44km ou cerca de uma hora de distância).

Vale também ressaltar que a cidade é pequena e se pode fazer muita coisa a pé. Nas atrações mais distantes, as melhores opções são os aplicativos de transporte como o Uber e o BusTour, que falaremos mais adiante.

O que fazer em Gramado

1. Caminhe pelas ruas do Centro

No coração da cidade encontra-se a Av. Borges de Medeiros, com belas construções e cheia de lojas e restaurantes. Através dela, encontram-se o Palácio dos Festivais, onde ocorre o Festival de Cinema de Gramado, a Praça das Etnias, a Igreja Matriz de São Pedro e a Rua Madre Verônica, mais conhecida como Rua Coberta.

2. Rua Coberta

Localizada no Centro da cidade, quase em frente à igreja São Pedro. Possui uma cobertura de vidro e várias plantas pendentes, assim como lojas e restaurantes que ficam abertos até às 23h. Vale ressaltar que não é um dos lugares mais econômicos da cidade para comprar souvernires ou fazer refeições, mas a galeria virou um importante ponto turístico, localizado no coração da cidade. Atração gratuita.

3. Lago Negro

Outro cartão postal da cidade e parada obrigatória é o Lago Negro. Suas águas escuras, árvores e flores que o rodeiam formam uma bela paisagem. Por incrível que pareça é um lago artificial, sendo construído após um incêndio no local. Algumas das árvores foram trazidas da Floresta Negra, localizada no sudoeste da Alemanha.

Se topar uma caminhada mais longa, o Lago Negro fica a cerca de 30 minutos do Centro da cidade, em direção ao pórtico – e depois ladeira acima! A entrada é gratuita, mas para quem quiser andar de pedalinho, deverá desembolsar R$ 40,00. Há bastante oferta de bares e restaurantes no entorno.

4. Igreja São Pedro

A igreja matriz da Cidade começou a ser construída em 1943 com pedras, inspirada no estilo arquitetônico romano. São 78 mil pedras e vitrais pintados pelo artista alemão Pedro Dobmeier, que levam tons peculiares à Igreja São Pedro. Também podem ser destacadas as esculturas de Cristo e seus Apóstolos que ficam na entrada do prédio. Atração gratuita.

5. Pórtico de entrada

O pórtico de entrada de Gramado, que está no início desta matéria, fica a cerca de 10 minutos de caminhada do Centro da cidade e já tem um lugar reservado para os turistas tirarem suas fotos.

Vale ressaltar que existem dois pórticos, sendo este o que está localizado para quem vai para a cidade de Nova Petrópolis. Atração gratuita.

6. Fonte do Amor Eterno

Inspirada na Fontana de Trevi, fica localizada ao lado da Igreja São Pedro. Os casais apaixonados são convidados a fechar um cadeado na fonte e jogar a chave fora, em suas águas, como um símbolo do amor. Atração gratuita.

7. Rua Torta

A Rua Emílio Sorgetz foi inspirada em uma das ruas mais famosas do mundo: a Lombard Street, na Califórnia, íngreme e com suntuosas curvas.

Também fica no Centro de Gramado, bem próxima à rodoviária e é um dos principais pontos para se tirar fotos. Atração gratuita.

8. A Mina

Para quem gosta de pedras e minerais, vale a pena fazer o passeio pela A Mina. Trata-se de uma réplica, construída em tamanho real, com cerca de 80 metros de comprimento, quatro níveis de profundidade e mais 1000 exemplares de pedra do mundo do todo, incluindo alguns fósseis.

Ao final do passeio, a pessoa tem acesso a loja de pedra e adornos. A atração fica a cerca de sete quilômetros do centro de Gramado (15 minutos de carro). O ingresso inteiro é R$ 20 reais e a meia-entrada* é R$ 10 reais.

A Mina fica dentro do Parque Tomasini que dispõe de restaurante, passeio a cavalo, corrida de kart e tirolesa. Há a possibilidade de compra do pacote para essas atrações. No site do parque, é possível contratar algumas atividades com desconto.

9. Le Jardin – Parque de Lavanda

É um amplo jardim com lavandas e outras flores. A pessoa caminhar livremente pelo parque apreciando cada parte, podendo conhecer até mesmo as estufas. Na sua parte mais alta o reserva uma bela vista. A estação das lavandas é em outubro, mas há espécies que florescem o ano inteiro. No local, tem um restaurante/café e uma loja temática.

O parque Le Jardin – Parque de Lavanda fica a 5 km do centro de Gramado(10 minutos de carro) e o ingresso custa R$ 10,00.

10. Belvedere Vale do Quilombo

O Belvedere fica em um cantinho, em uma ponte quase em frente à Aldeia do Papai Noel. A 800 metros do nível do mar, é um lugar ideal para fazer fotos ou apreciar a vista do Vale. Muitos turistas tinham o hábito de colocar cadeados na ponte, o que não é mais recomendado, pois a grade de proteção estava ficando comprometida com o peso. Em vez disso, prendem-se fitas. Atração gratuita.

11. Snowland

É um parque fechado com neve real, contendo diversas atrações relacionadas a neve, como patinação, esqui, snowboard entre outros. De quinta a terça, das 10h às 17h e as atrações funcionam até às 16h30.

A Snowland fica a cerca de 9 km do centro de Gramado(20 minutos de carro) e o ingresso custa R$ 169,00 para adultos, R$ 139,00 para crianças* e R$ 84 para pessoas com mais de 60 anos. Horários para Snowland Night e outras datas especiais, consulte o link (https://www.snowland.com.br/ingressos/ ).

ATENÇÃO: Parque fica fechado às quartas-feiras, exceto nos meses de julho, novembro, dezembro e na primeira quinzena de janeiro.

12. Mini-mundo

Para quem gosta de ver miniaturas, o Mini-mundo de Gramado trata-se de um parque ao ar livre com diversas miniaturas reais de estruturas icônicas muito bem detalhadas.

O mini-mundo foi surgiu em 1981, quando um pai e um avô resolveram fazer algumas miniaturas para presentear uma criança. Em 1983, com inúmeras miniaturas já criadas, resolveram abrir o lugar para visitação.

Todas as peças foram feitas em escala 24 vezes menor que o tamanho real. A entrada inteira é R$ 36,00 e a meia-entrada* R$ 18,00

13. Dreamland

Trata-se de um museu de cera que reúne estátuas de diversas celebridades nacionais e internacionais, do mundo do esporte, da política, da música e cinema. Foi o primeiro museu desse tipo na América Latina. O ingresso inteiro fica por R$ 100,00 e a meia-entrada* R$ 50,00.

*Faixa etária para meia entrada de crianças varia de uma atração para outra.

14. Cascatas próximas ao Centro da cidade

Existem duas cascatas muito bonitas bem próximas ao Centro de Gramado que, infelizmente, são invisitáveis. Não por causa de dificuldades de acesso, mas por falta de saneamento: alguns dias, o cheiro de esgoto é tão forte que não dá nem pra chegar perto.

Vale ressaltar que nos anos 90 era possível tomar banho na cascata. Este é o resultado do crescimento desenfreado da cidade, que viu o número de empreendimentos turísticos se multiplicar sem planejamento.

Vamos manter a atração aqui, com a esperança de que, algum dia, esse problema seja sanado e as cascatas possam virar pontos turísticos.

Locomoção por BusTour

Foto: Rafael Delazari, WikiCommons

Para facilitar a vida dos turistas que não estão de carro e desejam se locomover para as diversas atrações de Gramado e Canela, foi criado o Bustour. Ele funciona entre 8h30min e 18h30min.

Há 3 opções de tickets disponíveis para o ônibus: R$ 70,00 e dá direito a um dia de uso, R$ 100,00 e dá direito a dois dias de uso, R$ 120,00 e dá direito a três dias de uso. Em todas as opções não há limite de uso. Para mais detalhes e pacotes consulte https://bustour.com.br/

Os ônibus contam com acessibilidade e áudios em Português, Espanhol e Inglês descrevendo todo o roteiro e os pontos de parada.

Onde se hospedar

Nós indicamos a Pousada Belluno (clique aqui para ver tarifas e/ou reservas). A pousada é bem localizada, no centro de Gramado, próximo a diversos estabelecimentos. O quarto é muito bem organizado e limpo e possui um ótimo café da manhã.

Como Gramado é uma cidade turística o preço das estadias varia bastante. Consulte as datas de hospedagem com antecedência para conseguir os melhores custos/benefícios.  

O tempo em Gramado

Gramado é uma cidade com temperatura agradável durante o dia até mesmo no verão fica perto do 30 graus, porém na parte da noite a temperatura sempre cai. Mas é no inverno que a cidade ganha um charme e a mais, atraindo diversos turistas, podendo oferecer temperaturas até mesmo temperaturas negativa (sim, e com neve), portanto, independente da época, leve uma(s) roupa(s) de lã.

Quanto tempo ficar

Para conhecer as atrações do centro e seus arredores um dia é o suficiente. Para as atrações mais afastadas um a dois são suficientes. Se você ficar mais dia aproveite para conhecer Canela e Nova Petrópolis.

Fizemos um Roteiro Breve:

1º DIA
Chegada – Meio-dia – Deixe as malas na hospedagem
– Visite o centro – Av. Borges de Medeiros, Rua Coberta etc
Tarde
– Lago Negro
– Le Jardin – Aproveite o Pôr-do-Sol
Noite
– Visite o Centro – A noite é diferente, acredite. Não esqueça o casaco
– Vá numa sequência de Fondue

2º DIA
Manhã
– Parque Tomasini –  A Mina, tirolesa, passeio a Cavalo e restaurante.
Tarde
– Snowland
– Vá a um café colonial (É bem provável que nem precise jantar).

3º DIA
– Dreamland e/ou Mini-Mundo

4 thoughts on “O que fazer em Gramado, no Rio Grande do Sul

  • junho 17, 2021 em 10:38 am
    Permalink

    Maravilha de conteúdo, vim aqui em busca de informações e encontrei, boas

    Resposta
  • setembro 16, 2020 em 9:42 am
    Permalink

    Oi, só tem uma pequena correção de palavra ali no O tempo em gramado: um charme*. Adorei o post!!! Vim através da Ilha das Pedras Brancas e não consegui sair daqui sem ler quase todos os posts.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.