Dicas de roteiro para uma viagem de 7 dias a 2 semanas pelo Peru

roteiro viagem peru

Anualmente, mais de 1 milhão de turistas estrangeiros visitam o Peru. A maioria busca, como destino, a cidade inca de Machu Picchu. Porém, existem diversos outros destinos interessantes no país, que vão desde trilhas entre montanhas nevadas e lagunas de cor turquesa até desertos com imagens desenhadas em sua areia há séculos, que só podem ser vistas dos céus.

O artigo está dividido em duas partes. Na primeira, vamos falar um pouco sobre os principais destinos turísticos e indicar a distância que está de Lima e Cusco. Na segunda, vamos fazer algumas simulações de roteiro de acordo com o tempo que você tem para viajar.

O Peru não se resume a Machu Picchu. No país, há várias praias banháveis, desertos de areia vermelha, lagos de água cor turquesa, cidades de barro com mais de 5 mil anos, além da terceira maior cachoeira do mundo.

A ideia é que, a partir das informações desse artigo, você possa construir o seu próprio roteiro, de acordo com seus gostos e interesses.



Cuidados ao traçar um roteiro no Peru

Um dos principais cuidados que se deve ter ao traçar um roteiro para o Peru é o tempo que se leva para viajar entre cidades. O país é cheio de montanhas. Alguns trajetos podem levar mais de 20 horas e isso deve ser previsto. A viagem de Lima para Cusco, de ônibus, leva 22 horas, por exemplo. Isso vai ficar claro na simulação do nosso primeiro roteiro: uma viagem de uma semana, de ônibus, entre Lima e Cusco.

Uma alternativa interessante para ganhar tempo pode ser viajar de noite, no caso de cidades como Huaraz, cuja viagem desde Lima leva de 8 a 9 horas. Ou então, comprar uma passagem aérea por alguma empresa low cost, como a Star Peru.

Principais cidades e destinos no Peru

Cusco, Machu Picchu e o vale Sagrado

roteiro viagem 1 semana peru

Todo mundo que vem para o Peru, para aqui. Nessa região que o império Inca – a maior civilização pré-colombiana das Américas – viveu seu apogeu. O principal símbolo é a cidade de Machu Picchu, porém há diversos templos, construções, fortes e muros ainda de pé na região e na própria cidade de Cusco e em seu entorno, como Pisac e Ollantaytambo.

O ideal seria reservar no mínimo uma semana para conhecer tudo. Se você vai fazer uma viagem econômica, deve deixar dois dias somente para Machu Picchu, pois terá que caminhar e tomar a van (a passagem custa US$ 20. Se você quiser fazer um ‘bate-volta’, precisará tomar o trem até Águas Calientes e depois o ônibus para MaPu, cujas passagens, no total, vão custar US$ 200).

Tempo mínimo indicado: 4 dias
Para quem gosta de história, monumentos antigos, natureza e trilhas
Distância de Lima (ônibus): 22 horas

– Veja aqui mais informações sobre Machu Picchu
– Leia nossas dicas sobre as cidades do Vale Sagrado dos Incas

Lima

A capital do País e principal porta de entrada dos turistas. É a cidade mais cara do Peru e espere pagar mais caro por hospedagem e comida aqui que no resto do País, ainda mais se você se hospedar nas proximidades dos distritos de Miraflores e Barranco.

Dois dias são suficientes para conhecer as principais atrações do Centro Histórico. Porém, se você pretende fazer turismo gastronômico ou conhecer algumas das ruínas pré-incas que estão de pé no entorno de Lima, deve-se dedicar mais dias.

Tempo mínimo indicado: 1 dia
Para quem gosta de festas, gastronomia, história e monumentos antigos

Sul do Peru

Arequipa

roteiro viagem 2 semanas peru

A cidade branca é a segunda maior cidade do Peru e o terceiro principal destino turístico no país. Arequipa está cercada por três vulcões, incluindo o ativo Misti. Seu centro histórico, cujas edificações foram erguidas utilizando pedras vulcânicas de cor branca, é considerado Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

Há duas horas de Arequipa, a meio caminho de Puno, percorrendo uma estrada por entre um corredor de vulcões, localiza-se o Valle del Colca. Sua principal atração é o cânion de mesmo nome, por ser o segundo mais profundo do mundo.

Tempo mínimo indicado: 2 dias
Para quem gosta de cidades com estilo colonial, natureza e trilhas
Distância de Lima (ônibus): 15 horas
Distância de Cusco (ônibus): 10 horas

Veja aqui nossas dicas para Arequipa
Leia nosso relato sobre o trekking no Cânion del Colca

Puno

A pequena cidade está às margens do lago Titicaca. Puno, em si, não é uma cidade muito bonita. A beleza está mesmo nas ilhas espalhadas pelo lago navegável mais alto do mundo. As ilhas flutuantes de Uros ainda são a atração mais procurada. São ilhas artificiais, construídas com totora, uma planta encontrada na região.

Tempo mínimo indicado: 1 dia
Para quem gosta de cidades com estilo colonial, natureza e trilhas
Distância de Lima (ônibus): 18 horas
Distância de Cusco (ônibus): 6 horas

Leia nossas dicas sobre Puno



Huacachina, Ica e Paracas

oasis deserto lago

Do nosso roteiro, é o destino mais próximo de Lima. Huacachina é um oasis no meio do deserto, próximo a cidade de Ica. Há décadas, é um destino muito procurado pelos limenhos que, nos últimos anos, vem ganhando os olhos dos turistas. É possível se banhar nas águas do oasis, onde existem hoteis e restaurantes para receber os turistas. As atividades mais procuradas são os passeios de bugue e descer as gigantescas dunas com uma prancha de sandboard.

Pertinho dali, na faixa litorânea, está Paracas. Quando fui para o Peru, optei em me hospedar lá, e não em Ica, que é uma cidade no meio do deserto. É do porto de Paracas que saem as excursões para as Islas Balestras. Outra atração é a reserva do deserto de Paracas. Se você tiver um dia para reservar só para percorrer o deserto de bicicleta, pode ter certeza que será uma experiência única!

Tempo mínimo indicado: 2 dias
Para quem gosta de praia, pedalar, desertos e sandbording
Distância de Lima (ônibus): 6 horas
Distância de Cusco (ônibus): 18 horas

Saiba mais sobre Paracas

Nazca

A cidade é famosa pelas linhas de Nazca. Os objetos e animais foram desenhados há séculos nas areias do deserto e só podem ser vistos de cima, sobrevoando a área com aviões. O preço do voo estava acima do meu orçamento (US$ 100) e acabei não fazendo. Mas Nazca é uma cidade interessante, com uma energia diferente. Ainda mais conversando com os locais. Me indicaram muito conhecer o Cerro Orcona. Ver o por do sol de seu cume teria poderes curativos.

Tempo mínimo indicado: 1 dia
Para quem gosta de mistérios
Distância de Lima (ônibus): 8 horas
Distância de Cusco (ônibus): 15 horas

Norte do Peru

Huaraz

lagoa neve montanha

Cada vez mais, aparece como destino turístico para os brasileiros. A cidade já vem se consolidando como a capital do trekking no Peru, graças ao Parque Nacional Huascarán, casa de mais de 400 lagos e dezenas de picos com mais de 5 mil metros de altura. A Laguna 69 e o Glacial Pastoruri são as principais atrações da cidade. Mas se você tiver tempo, vale dedicar 4 dias para fazer o trekking pela Cordillera Blanca, a maior cadeira de nevados em uma região tropical do mundo.

Tempo mínimo indicado: 3 dias
Para quem gosta de natureza, trilhas e trekking
Distância de Lima (ônibus): 9 horas

Leia nossas dicas sobre Huaraz
Saiba como chegar na Laguna 69 desde Huaraz

Trujilo

A terceira cidade mais populosa do Peru também esconde a maior cidade de barro do mundo, Chan Chan, que é o que a coloca no nosso roteiro pelo norte do Peru. Se você estiver em Huaraz, faça o trajeto de dia. Essa é uma das estradas mais bonitas da América do Sul, cortando o Cânion del Pato.

Tempo mínimo indicado: 1 dias
Para quem gosta de cidades com estilo colonial, natureza e trilhas
Distância de Lima (ônibus): 10 horas

Cajamarca e Cachapoyas

cajamarca norte

Cajamarca foi uma grande cidade do império Inca e onde aconteceu um importante episódio da conquista espanhola, quando o imperador Atahualpa e diversos nobres caíram numa armadilha e foram mortos e capturados. Diversos monumentos incas e pré-incas ainda estão de pé e podem ser visitados. Ela também é base para quem quer conhecer a terceira maior cachoeira do mundo, a Gocta, com 771 metros. Primeiro, é necessário ir até Cachapoyas, um pequeno povoado, com apenas 200 habitantes.

Há como chegar em Cachapoyas por Trujillo. A cidade já dispõem de alguma estrutura, com alojamento e restaurantes. Outra opção é fazer um bate e volta desde Cajamarca. Porém, é bem puxado, pois você terá pouquíssimo tempo para fazer a trilha e tomar o último ônibus, que sai às 17h30 do pueblito.

Tempo mínimo indicado: 2 dia
Para quem de praias, surf
Distância de Lima (ônibus): 15 horas

Mâncora e Lobitos

De todo o litoral peruano, esse é um dos únicos lugares em que a água do oceano pacífico não é gelada. Com isso, os dois destinos são procurados por quem gosta de praia e surfar. Mâncora é maior e indicada para busca mais agito.

Tempo mínimo indicado: 2 dias
Para quem de praias, surf
Distância de Lima (ônibus): 24 horas

Roteiros

As sugestões de roteiro são bem básicas e você deve adaptá-lo ao seu gosto e interesse. E para cumpri-lo dessa forma, você precisará correr em alguns momentos, você vai precisar correr. Por exemplo: conhecer o Centro de Lima a tarde, tomar um ônibus para Huaraz à noite, chegar pela manhã, fazer check-in em um hostel antes das 7h30, para às 8 horas da manhã estar na praça para ir até o Glaciar Pastoruri. Os tours saem pelas 9h.

O ideal é adicionar alguns dias a esse roteiro, para conhecer outras atrações e até desfrutar mais o país. Se você estiver viajando no verão, é bom estar preparado para algum imprevisto. Entre dezembro e fevereiro chove muito. Diversas estradas cruzam rios ou passam por encostas de precipícios, em regiões de vale. Desmoronamentos podem acontecer, interrompendo por um ou dois dias as rotas.




Roteiro Básico – 1 semana (Lima e Cusco)

mapa roteiro lima cusco

As duas cidades mais visitadas do Peru. O melhor seria fazer o trajeto entre Lima e Cusco de avião, ganhando mais dois dias de viagem.

Dia 1 – Chegada em Lima
Dia 2 – Conhecer o centro histórico de Lima e partida para Cusco
Dia 3 – Chegada em Cusco
Dia 4 – Ida para Machu Picchu
Dia 5 – Machu Picchu e volta para Cusco
Dia 6 – Retorno a Lima
Dia 7 – Vôo de volta ao Brasil

Roteiro Básico – 2 semanas (Lima, Huaraz, Arequipa, Puno e Cusco)

roteiro huaraz machu picchu

Passa pelas principais cidades do roteiro turístico no Peru. Huaraz é a única cidade que fica “para o outro lado” de Lima. A ideia é fazer a viagem, de 9 horas, à noite. Da forma que é proposto, o roteiro seria muito cansativo. Noites em ônibus são mal dormidas. Sem contar que a maioria das cidades está acima dos 3 mil metros. E a altitude cansa. Se você tiver apenas duas semanas para viajar, pense em tirar alguma cidade.

Sem contar que ir até o Titicaca e não conhecer Copacabana e a Isla del Sol seria um crime!

Dia 1 – Chegada em Lima
Dia 2 – Conhecer o Centro Histórico de Lima e partida para Huaraz
Dia 3 – Chegada pela manhã bem cedo em Huaraz e tour do glacial Pastoruri (precisa buscar agência antes das 8h)
Dia 4 – Laguna Churup
Dia 5 – Laguna 69 e partida de Huaraz para Arequipa (24 horas de viagem)
Dia 6 – Chegada em Arequipa
Dia 7 – Tour Valle del Colca
Dia 8 – Conhecer o centro de Arequipa e os dois principais miradores. Saída de Arequipa para Puno
Dia 9 – Chegada em Puno. Tour pelas Ilhas de Uros e Taquile e saída para Cusco
Dia 10 – Chegada pela manhã bem cedo em Cusco. Faça o tour do Vale Sagrado (precisa buscar agência antes das 8h)
Dia 11 – Ida para Machu Picchu
Dia 12 – Machu Picchu e volta para Cusco
Dia 13 – Volta para Lima
Dia 14 – Voo para o Brasil

Roteiro Sul do Peru – 2 semanas (Lima, Paracas, Huacachina, Arequipa, Puno, Cusco e Machu Picchu)

roteiro viagem peru

Novamente, o roteiro é apertado e cansativo. Sem contar que não há porque ir até o Lago Titicaca e não conhecer a parte boliviana, que está a poucas horas. Se o seu tempo é curto, tire Paracas do roteiro, ou Arequipa, e dê prioridade para Copacabana.

Dia 1 – Chegada em Lima
Dia 2 – Conhecer o Centro Histórico de Lima e partida para Paracas (é perto, 6 horas de viagem)
Dia 3 – Tours deserto de Paracas e ilhas Balestras
Dia 4 – Oasis Huacachina e partida para Nazca
Dia 5 – Vôo nas linhas de Nazca e partida para Arequipa
Dia 6 – Tour Valle del Colca
Dia 7 – Conhecer o centro de Arequipa e os dois principais miradores. Saída de Arequipa para Puno
Dia 8 – Chegada em Puno. Tour pelas Ilhas de Uros e Taquile e saída para Cusco
Dia 9 – Chegada pela manhã bem cedo em Cusco. Faça o tour do Vale Sagrado (precisa buscar agência antes das 8h)
Dia 10 – Ida para Machu Picchu
Dia 11 – Machu Picchu e volta para Cusco
Dia 12 – Volta para Lima
Dia 13 – Voo para o Brasil

Roteiro Norte Peru – 2 semanas (Lima, Huaraz, Trujilo, Cajamarca, Cachapoyas, Mâncora, Lobitos)

mapa roteiro norte peru

Dia 1 – Chegada a Lima
Dia 2 – Conhecer o Centro Histórico de Lima e ida para Huaraz
Dia 3 – Chegada pela manhã bem cedo em Huaraz e tour do glacial Pastoruri (precisa buscar agência antes das 8h)
Dia 4 – Laguna Churup
Dia 5 – Laguna 69
Dia 6 – Partida para Trujilo (Poderia partir à noite, mas o grande barato desse trecho é descer até Chimbote pelo Cânion del Pato. Entra no roteiro por isso)
Dia 7 – Conhecer Chan Chan e saída para Cajamarca
Dia 8 – Chegada a Cajamarca
Dia 9 – Visita a Cachapoyas
Dia 10 – Ida a Mâncora
Dia 11 – Ida a Lobitos
Dia 12 – Volta pra lima
dia 13 – Avião pro Brasil

Henrique Lammel

Jornalista e produtor de conteúdo

3 comentários em “Dicas de roteiro para uma viagem de 7 dias a 2 semanas pelo Peru

  • junho 8, 2018 em 1:13 pm
    Permalink

    Parabéns pelo site… vai ser de muita utilidade… Estou planejando ir de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil para Machu Picchu… DE CARRO…. sério… sei que levaria em torno de 4 a 5 dias para ida… e minha ideia era ter mais 10 dias para ficar no peru….
    Você acha que consigo fazer esse deslocamento de carro? Passar por alfandegas etc…. Não sei se precisa de passaporte, qual moeda devo levar….

    Henrique, fico muito grato por qualquer ajuda…. grande abraço

    Resposta
    • junho 8, 2018 em 1:47 pm
      Permalink

      E ai Diogo,

      Muito bacana essa tua trip! Pode fazer a viagem de carro sem problemas. Só confere direitinho o que preciso para entrar em cada país de carro. Sei que é obrigatório ter a Carta Verde pros países do Mercosul, que é um seguro pro veículo. Mas acho interessante tu conferir, também, se os países pelos quais tu vai passar não pedem algum acessório que não é necessário no Brasil.

      Quanto a passaporte, não é necessário para esses países da América do Sul, apenas um RG em boa estado, e que tu possa ser identificável pela foto.

      O que te aconselho, apenas, é evitar rodar muito tarde da noite. Ah, e essa estrada aí pra Machu Picchu, o pessoal também não costuma fazer com carro particular, pois não há estradas até Águas Calientes. Então tu teria que deixar o carro meio abandonado na hidrelétrica, e acho que isso não seria muito seguro.

      Resposta
    • junho 8, 2018 em 1:48 pm
      Permalink

      Pode levar real e trocar por moeda local nas casas de câmbio ou dolar, se tu já tiver, pois com o câmbio atual não vale a pena comprar….mas te aconselho a ter um ou dois cartões de crédito/débito pra uso internacional…não é muito seguro andar com muito dinheiro.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.