São Miguel dos Milagres: como chegar na praia mais bonita do Alagoas

como chegar em são miguel dos milagres alagoas

São Miguel dos Milagres é uma pequena praia no litoral norte do Alagoas, há 95 quilômetros de Maceió. É o lugar ideal para quem gosta de um ambiente mais tranquilo, pacato, aconchegante e barato, mas sem abdicar das belezas naturais: as praias de São Miguel estão localizada dentro da Área de Proteção Ambiental Costa dos Corais da ICMBio, com belas piscinas naturais e uma orla cercada por centenas de palmeiras!

Confira, neste artigo, porque consideramos São Miguel dos Milagres a praia mais bonita das que conhecemos em Alagoas, as principais formas e custos para chegar lá!

O que você vai encontrar em São Miguel dos Milagres

Mesmo havendo tours diários desde Maceió a São Miguel, este não é um destino tão procurado por turistas. É uma ótima pedida para quem quer um ambiente mais tranquilo, com menos pessoas nas piscinas naturais, nas praias e sem muitos vendedores ambulantes. Inclusive, muita gente se orgulha deste ser um dos únicos destinos do Alagoas em que características sociais e naturais seguem preservados.

praia são miguel dos milagres alagoas

Em geral, os preços de petiscos e bebidas nos bares a beira mar e até os passeios para as piscinas naturais são consideravelmente mais baratos em São Miguel do que nas outras praias mais procuradas do Alagoas, custando em média R$ 50 por pessoa.

Porém, há suas exceções. Entre Barra do Camaragibe e Porto das Pedras está a Rota do Charme ou Rota Ecológica dos Milagres, e muitos estabelecimentos voltados para quem tem um poder aquisitivo maior se estabeleceram pela região nos últimos. Não é raro achar algum ator ou atleta brasileiro na região.

Ah, e para quem gosta de estrada, o caminho desde Maceió também reserva suas surpresas, pois para chegar até São Miguel é preciso cruzar a pequena serra formada pela Zona da Mata.

As piscinas naturais de São Miguel

piscinas naturais de são miguel dos milagres
Jangadas são menores e levam, no máximo, nove pessoas para as piscinas naturais

Assim como outras praias do litoral norte de Alagoas, como Paripueira e Maragogi, o litoral de São Miguel dos Milagres está dentro da Área de Proteção Ambiental Costa dos Corais da ICMBio. Quando a maré está baixa ou seca (você precisa conferir essa informação antes de ir, mais abaixo vamos falar como), os bancos de corais formam piscinas naturais de água quente e cristalina em meio ao mar.

A diferença para as outras localidades é que as piscinas naturais de São Miguel são menos visitadas, e consequentemente há menos gente nelas. O transporte até lá são menores e mais simples, jangadas onde cabem até nove pessoas. Já em Maragogi e Paripueira, você encontrará catamarãs e barcos maiores. Como o mar aqui é tranquilo e calmo, não há necessidade.

Também custam mais barato que outros lugares, pois as piscinas formadas pelos corais estão localizadas mais próximas da costa, a cerca de 60 metros da faixa litorânea.

O passeio dura cerca de 3 horas e pode levar a mais de uma piscina natural. É bem comum que os jangadeiros ofereçam mascaras e snorkel para quem quiser ver os peixes, que ficam próximos se alimentando dos corais.

Como chegar em São Miguel dos Milagres

de maceió a são milguel dos milagres quilômetros

Existem tours diários para São Miguel dos Milagres desde Maceió na alta temporada, período entre dezembro e março, além das férias de junho e em feriados nacionais prolongados, como a páscoa e o carnaval. Geralmente são vans e micro-ônibus que fazem o trajeto ida e volta por R$ 50 por pessoa.

Alguns tours deixam os turistas em clubes de praias, que cobram R$ 20 pelo day use, outros deixam em bares na beira da praia que não cobram para usar as cadeiras e os guarda-sóis, além do consumo. É sempre bom se atentar a isso na hora de contratar o passeio.

De carro particular, o melhor caminho é sair de Maceió pela AL-101 e tomar a Al-413, em direção a São Luis de Quitunde, na altura de Barra de Santo Antônio. Em São Luis, seguir pela AL-105 até a Usina Santo Antônio e a Reserva Ecológica de Santo Antônio, onde deve-se tomar a AL 430 (AL 101) em direção a Passo do Camaragibe. A partir daí, é só seguir a AL 101, passando por Barra do Camaragibe até chegar em São Miguel.

Quem busca um lugar mais pacato, pode entrar na Praia do Riacho, saindo da AL-101 logo após uma igreja da Assembleia de Deus. Já o acesso para a Praia dos Milagres fica uns 600 metros mais a frente, logo após passar a praça e a igreja Evangélica da cidade.

São Miguel não é tão longe de Maceió quanto Maragogi, porém são quase uma hora e meia desde a capital do Alagoas. Com isso, os tours duram o dia inteiro, com saída às 7h e retorno às 15h.

Nós fechamos um transfer com um taxista de Maceió por R$ 120, para 4 pessoas, ficando R$ 30 por pessoa. Combinamos o retorno às 15h, mas acabamos voltando um pouco antes.

Até onde apuramos, não há ônibus público regular entre Maceió e São Miguel.

O que mais fazer em São Miguel

São Miguel dos Milagres - Alagoas.jpg

By Beto Quissak – Own work, CC BY-SA 4.0, Link

Mesmo sendo um pequeno povoado pacato, há alguns pontos que podem ser explorados além das piscinas naturais. O melhor de tudo é que o povoado é seguro e se pode fazer tudo com tranquilidade, sempre valendo aquela caminhada despretensiosa pela beira da praia.

Como muita gente passa apenas uma tarde pela praia, há um passeio de bugue em que se percorre as praias do norte, a sede do projeto Peixe Boi (infelizmente, não conhecemos) e o centro da cidade, onde ficam um pequeno mirante e a Fonte dos Milagres. Como estávamos de carro particular, não fizemos o passeio de bugue, que custa R$ 50 e dura cerca de 2 horas. Porém, conhecemos os dois últimos atrativos.

Em frente da fonte dos milagres, há um monumento bem peculiar, como você pode ver ao lado. O desafio é sentar ali e tirar uma foto!

Quanto à fonte, é um dos lugares onde os primeiros nativos de São Miguel pegavam água, há 350 anos. E mesmo hoje, continua sendo utilizada pelos moradores, então se você for ali, não será difícil encontrar pessoas enchendo garrafas e baldes com a água!

Outra curiosidade: a última cidade pela qual passa quem vai de Maceió até São Miguel é Porto de Camaragibe. Ali, nasceram duas figuras históricas brasileiras: Aurélio Buarque de Holanda, o lexicógrafo autor do dicionário Aurélio, que inclusive ganhou uma praia com seu nome, e PC Farias, o empresário que era braço direito de Fernando Collor de Melo, outra figura “ilustre” do Alagoas.

As tábuas de marés

O melhor lugar para conferir a tábua de maré é no Porto de Suape, em Pernambuco ou no Porto de Maceió. Mesmo que a maré seja considerada baixa até 0,8, por questões ambientais, só é permitido ir até as piscinas naturais quando a tabua de maré está entre 0 e 0,6. Outro requisito para acontecerem os passeios é que a maré esteja baixa entre as 6h e às 15h.

Com isso, não acontecem passeios alguns dias. Por isso, programa-se!

A cidade de São Miguel dos Milagres

A região começou a ser povoada no século XVII, quando os holandeses invadiram o Brasil e expulsaram moradores da cidade de Porto Calvo. Eles se estabeleceram no local, protegido pelo rio Manguaba e pelos morros – que também ofereciam uma vista privilegiada do território, chamando-o de Freguesia Nossa Senhora Mão do Povo.

Anos mais tarde, os moradores tiveram participação direta na expulsão dos holandeses do Brasil, travando no local a famosa batalha de Mata Redonda (1638) durante a Insurreição Pernambucana.

O nome atual se deve a um pescador muito doente, que teria encontrado uma peça de madeira, coberta por musgos, e começou a utilizá-la em casa. Ao limpar a peça, descobriu que havia uma imagem de São Miguel Arcanjo talhada e poucos dias depois, ficou curado de sua doença.

Hoje, a cidade possui cerca de 7 mil habitantes, que sobrevivem da pesca, agricultura (principalmenteo a extração de coco) e o turismo.

E se você vai para o Alagoas ou Pernambuco, vale dar uma lida neste artigo aqui sobre o Quilombo dos Palmares!

Henrique Lammel

Jornalista e produtor de conteúdo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.