Glacial Pastoruri: um dos passeios imperdíveis de Huaraz, no Peru

nevado glacial pastoruri huaraz

Para se conhecer todas as lagunas, glaciais, trilhas e montanhas próximas a Huaraz seriam necessários não dias ou semanas, mas meses. Alguns passeios são imperdíveis, como o nevado e glacial Pastoruri. 

E não só por ser um dos únicos glaciais em uma zona tropical do mundo. Mas porque ele deve desaparecer em 20 anos se o planeta continuar esquentando na velocidade atual.

Não há ônibus de linha levando ao nevado Pastoruri, sendo necessário contratar uma agência de turismo. O passeio dura o dia todo, porém sem muita exigência física. Diferente de passeios como para a Laguna 69, se caminha pouco – apenas dois quilômetros, a uma altitude superior aos cinco mil metros.

Seu corpo certamente vai sentir o mal de altitude ou de montanha se você vier de Lima, que está ao nível do mar. Se for seu caso, dê preferência para fazer o tour ao glacial Pastoruri primeiro. Como se caminha pouco, é considerado um bom tour para se aclimatar ao soroche, o mal de altitude ou de montanha.



Quanto custa o passeio

O tour custa, em média, PER 35 e sai todos os dias. O Glacial fica dentro do parque nacional Huascarán, de forma que é preciso pagar a entrada. Custa PER 30 com validade de um dia, PER 60 com validade de três dias ou PER 150, por 30 dias (valores de 2018).

tour nevado pastoruri como é

Como é o tour para o Glacial Pastoruri

Importante saber que, independente da agência que escolher, o programa é sempre semelhante. É indicado para quem acaba de chegar na cidade, pois vai caminhar pouco e os guias costumam explicar e passar informações básicas sobre a Cordillera Negra, a Cordillera Blanca, o soroche (mal de altitude) e o parque.

O Nevado Pastoruri fica ao sul do Parque Nacional Huascarán, em uma área mais árida que a parte norte. É uma região onde se encontram muitas as bromélias chamada Puya Raimondi, planta só encontrada nos Andes peruano e boliviano.

passeio glacial pastoruri quanto custa

O nevado, que já foi uma estação de esqui, está morrendo, aos poucos. São dois os principais motivos: o aquecimento global e o elevado número de turistas na região, que ajudou a acelerar o processo de degelo. Hoje, quase não há mais neve na montanha e estima-se que vai desaparecer em, no máximo, 20 anos. O grande atrativo ainda é o glacial.

Importante lembrar que, devido a altitude, é necessário caminhar muito devagar. Foi o último lugar que visitei, já estava há duas semanas em Huaraz e, mesmo ambientado aos 3000 metros e tendo feito alguns trekkings de longo percurso, senti muito cansaço e tontura me aproximando da parte mais alta. No tour, ainda se visita um lago de gases que, em dias de sol, dizem ter sete cores e uma rocha com pinturas rupestres.

como chegar glacial pastoruri

O caminho até o mirador

São dois caminhos que levam até o glacial, sendo um mais longo. O importante é não ter pressa. Um ponto interessante dos cartazes explicativos é que eles não falam somente sobre a fauna e a flora da montanha. Eles vão demonstrando, por meio de marcações e fotos antigas, como o aquecimento global mudou a paisagem da região.

Só para comparação: em 1962, estimava-se que o glacial tinha uma área de gelo de 3,27km e a neve na montanha ia até o estacionamento. Hoje, a área de gelo do Pastoruri é de 0,76km e não há mais neve (a não ser que caia muito na noite anterior).

Outro ponto positivo desse passeio é que ele pode ser feito por pessoas de todas as idades. Quem cansar ou não estiver se sentindo muito bem, pode contratar mulas logo no início da trilha.

Vale a pena fazer o tour do nevado Pastoruri?

Há alguns anos, esse já foi o passeio mais procurado no Huascarán. Porém, conforme as mudanças climáticas ficam mais agressivas, a neve está deixando a montanha e o glacial reduzindo de tamanho. O destino não tem mais a mesma exuberância de 40 anos atrás, mas deve desaparecer em até 20 anos. Ou seja, essa pode ser uma chance única de conheer o glacial Pastoruri.

.: Clique aqui e conheça as principais trilhas e trekkings de Huaraz

2 comentários em “Glacial Pastoruri: um dos passeios imperdíveis de Huaraz, no Peru

  • junho 8, 2017 em 4:26 pm
    Permalink

    Olá! Se você precisasse escolher um dos dois passeios, qual faria?
    Pergunto porque ficarei 3 dias e 2 noites em Huaraz, sendo que um deles irei para a Laguna 69, e o dia da chegada acho que não dá pra fazer nenhum passeio…
    Obrigado!

    Resposta
    • junho 8, 2017 em 5:20 pm
      Permalink

      Iria conhecer a Churup. Mas tu precisa ver tuas condições físicas também, se cansar muito na 69, o Pastoruri é
      melhor.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.