Huacachina, um oasis no meio do deserto do Peru

oasis de huacachina peru

Próximo a cidade de Ica, cinco horas ao sul de Lima, do ladinho de Paracas, está um dos lugares mais surpreendentes do Peru: o oasis de Huacachina. Mais que um lago em meio ao deserto, o local é uma vila turística, com hotéis, restaurantes e cerca de cem habitantes fixos.

A maioria dos prédios foram construídos na década de 60, quando o balneário era frequentado pelas ricas famílias limenhas. Hoje, mais popular, atrai turistas de todo o mundo, que geralmente buscam deslizar, com uma prancha, pelas gigantescas dunas do deserto ou explorar o deserto em um jipe.

Também é possível navegar pelo lago em um pequeno barco ou pedalinhos e até mesmo tomar banho em suas águas – que alguns habitantes acreditam ter propriedades curativas.

E tudo isso por aquele precinho que você só encontra no Peru. Confere aí as nossas dicas!



O que fazer em Huacachina

o que fazer em huacachina

Surfar pelas dunas

Pela bagatela de PER 5, você pode surfar uma hora pelas dunas que cercam o oasis. E se estiver no local durante a semana, quando há menos gente, é possível conseguir um preço ótimo para ficar mais tempo com a prancha.

Passear de bugue

Os passeios duram entre uma e duas horas e intercalam descer e subir as dunas do deserto de Ica com o pequeno jipe e surfar elas com pranchas de sandboard. O clássico é fazer o passeio no fim do dia, para ver o por-do-sol. O pessoal do Memórias na Mochila fez isso e conta tudo aqui.

Passeio em Huacachina

Os tours custam desde PER 25 a hora ou PER 30 para duas horas, com alguma negociação. Ainda é preciso pagar uma taxa de PER 3,60 como “entrada no deserto”.

Navegar pelo lago

É possível locar pedalinhos por PER 10 (30 minutos)a hora ou passear em um pequeno barco com capacidade para três pessoas por PER 25.

Como chegar

como chegar em huacacinha peruDesde Lima, é preciso pegar um ônibus para Ica, que dura cerca de cinco horas e custa a partir de PER 15 (passagem pelas companhias mais baratas). De Ica, um taxi (a partir de PER 10) ou um tuk-tuk (a partir de PER 5) até Huacachina. A viagem dura entre dez e vinte minutos.

Quando fui, estava em Paracas e acabei fazendo o passeio como “bate-volta”. Fechei um transfer desde Paracas por PER 15, diretamente até Huacachina, porém sem volta. O problema que a úncia empresa que achei fazendo o trecho direto para Paracas foi a Oltursa, por PER 40 a passagem, o que acabou saindo bem mais caro do que o esperado.

A outra alternativa seria ir para Pisco e de lá tomar um coletivo para Paracas. O problema que estava tarde e ninguém tinha certeza se conseguiria um ônibus. E o taxi sairia por um valor próximo ao transporte da Oltursa.

Com isso, não quero dizer que deixem de ir para Paracas. Ao contrário, foi um dos lugares que mais gostei durante os dois meses viajando pelo Peru. Porém, se vier desde Lima, vá primeiro para Paracas e siga para Huacachina ou Ica com suas coisas, não faça o passeio como bate-volta!

huacachina oasis no meio do deserto do peru

 

Onde se hospedar

Quando fui para Huacachina, fiquei hospedado em Paracas, um balneário a trinta minutos de Ica. Na volta, essa não se mostrou a melhor das ideias, pois acabei pagando meio caro pelo ônibus, como explicarei em seguida.

O melhor é se hospedar em Ica ou no próprio balneário. É possível conseguir camas por menos de R$ 30 no Booking.com (você pode ver as ofertas clicando aqui). Fique atento ao seu orçamento, pois os preços praticados na vila são mais caros que no restante do Peru.

A lenda da sereia Huacachina

cidade de huacachina peru

Hoje, o lago do oasis é praticamente artificial, com duas bombas levando água do subsolo para a superfície. Porém, durante muitos séculos, ele existiu sem a ajuda do homem. Bem verdade, foi a ação da civilização que quase o matou, quando os estabelecimentos da vila começaram a retirar água do lago para seu uso.

O lago teria sido criado pelas lágrima de Huacay China, uma peruana que chorou por dias a morte do marido, na guerra. Certa vez, um estranho a viu à beira do lago. Ao se aproximar, Huacay China se assustou e se lançou no lago. O homem a procurou por horas. Huancay se manteve escondida até ele ir embora. Quando saiu, havia de tornado uma sereia.

Huacachina1.jpg
By No machine-readable author provided. Gropo~commonswiki assumed (based on copyright claims). – No machine-readable source provided. Own work assumed (based on copyright claims)., CC BY-SA 2.5, Link

Dicas

– Se você estiver fazendo uma viagem econômica, não deixe para comprar nada em Huacachina, pois os restaurantes e armazéns são bem mais caros. Leve o que puder;

– Você tem várias opções de onde dormir caso queira visitar Huacachina. Paracas é um pequeno balneário à beira do oceano Pacífico. Ica é uma cidade grande no deserto, porém próxima a Huacachina. Tem o próprio oasis, que possui estrutura para receber os turistas. A última alternativa é a praia de Pisco, que foi destruída por um maremoto em xx e nunca mais foi reconstruída.

Henrique Lammel

Jornalista e produtor de conteúdo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.