El Jardin: um pacato povoado perto de Medellin

igreja el jardin colombia

El Jardin é uma cidade pouco visitada por turistas estrangeiros, mas um destino cada vez mais procurado pelos colombianos. De Medellin, são de quatro a seis horas de viagem, dependendo do ônibus que você pegar. Não possui nem está preparada para receber muitos turistas como Guatapé, o que faz dela uma cidade paisa ainda mais bela e autêntica.

Das dezenas de igreja que conheci na Colômbia (é um país muito católico), posso dizer com toda a certeza que a mais bela é a de El Jardin, toda construída com pedras e “sangue de touro”, segundo moradores locais. A cidade em si é linda, com casas de fachadas coloridas e muitas flores.

Jardin, antioquia.JPG
By Leslie rosesOwn work, CC BY-SA 3.0, Link

El Jardin está encravada em um vale, entre dois rios, e é um local muito fértil. São diversos balneários, cachoeiras e cavernas que podem ser visitadas nos arredores do pueblito. Nos meus três dias na cidade, tomei muito café na praça (a 500 pesos, o mais barato do país), comi bem (não tão barato quanto os outros lugares) e fiz caminhadas pelas montanhas da cidade.

Subindo pelo teleférico Garrucha

cidade montanhas

Um dos passeios que vale fazer é o da “garrucha”, um teleférico que atravessa um dos vales que cerca a cidade. A viagem custa COP 5.000 e é feita de hora em hora. Do outro lado, se tem a vista de toda El Jardin. Chegando lá em cima, volte pelo teleférico ou tome a estrada pelo lado esquerdo para voltar a cidade. São pouco mais de uma hora de caminhada, por uma estrada de terra que passa por charcos e cachoeiras. O caminho está apinhado de árvores frutíferas, como goiabas, ameixas e café, muito café.

O cristo rey e o morro da cruz

montanhas vale

No outro lado da cidade, pelo lado oposto da Garrucha, fica a Cruz y el Cristo Rey. Ida e volta, são quase quatro horas de caminhada. Para chegar ao Cristo Rey, basta pegar a rua ao lado esquerdo da igreja e seguir até o fim dela, quebrando para a esquerda novamente. Depois de meia hora de caminhada por uma estrada de terra, atravessa-se um rio por uma ponte e segue-se pela rua que costeia o riacho, retornando em direção à cidade. Há um teleférico que leva para o topo da montanha, porém, na oportunidade que estive em Jardin, não estava funcionando.

A entrada para a trilha que à cruz fica cinco minutos antes de se chegar ao Cristo Rey para quem vem caminhando desde a cidade. Minha dica é conhecer a estátua primeiro, voltar e subir em direção ao topo da montanha. Aqui fica meu “momento vergonha”: são treze cruzes, sendo a 13ª a localizada mais ao topo do morro. Ao chegar na 12ª, você irá se encontrar em um campo aberto. Caminhei por todos os lados e não consegui achar a trilha para a 13ª! Me disseram que era só seguir o caminho, porém não encontrei.

Conjunto de la Plaza Principal del Municipio el Jardín. Colombia.JPG
By KamilokardonaOwn work, CC BY-SA 3.0, Link

O tempo estava fechando e muitos raios caindo atrás dos morros próximos, o que me forçou a desistir da busca e voltar. Não seria uma boa ideia ficar em campo aberto naquele momento.

Como chegar

Desde Medellin, há ônibus de duas em duas horas que saem do terminal sul, a partir COP 22.000. Há pelo menos um coletivo diário que sai da região de Pereira e Manizales.

Onde ficar em El Jardin

mesas cadeiras casas

 

A maioria dos hostels se encontram no entorno da praça principal e são bem caros. Porém, baixando uma quadra é possível encontrar habitações econômicas. Fiquei em um hotel “clandestino”, indicado por uma moradora, por COP 20.000. Não lembro o nome do hotel, mas do dono se chamava Efrain. Sendo uma cidade pequena, todos devem conhecê-lo.

Lembre-se que a cidade está fora da rota de turistas extrangeiros, porém dentro do turismo nacional e, como não há muita estrutura, as hospedagens TODAS podem estar lotadas em um final de semana. Conheci um casal de suécos que chegou em um feriado e não encontrou hotel para ficar, porém foram recebidos na casa de um morador local. E todos são muito simpáticos e acolhedores na cidade.

Onde comer barato em El Jardin

Essa foi uma tarefa difícil. Por onde andava, os menus custavam acima de COP 12.000. Encontrei um restaurante chamado Pollo Mario, que fica descendo a Carrera 3, a umas duas quadras da igreja principal. Meia bandeja paisa custava COP 7.500 e dava muito bem para uma pessoa.

O clima e o que vestir

 

El Jardin é uma cidade mais chuvosa se comparada com outras da Colômbia, principalmente no verão. Porém, da mesma forma que as demais localidades, as chuvas não costumam se prolongar. Também é um local um pouco mais frio, e pode ser necessário utilizar um casaco um pouco mais grosso, principalmente na noite. A temperatura média gira em torno dos 25º.

Custos

Passagem desde Medellin: COP 22.500
Hotel: COP 25.000
Prato de comida (meia bandeja paisa): COP 7.800
Xícara de café na praça: COP 500

Henrique Lammel

Jornalista e produtor de conteúdo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.