Preços, distâncias, segurança – Como é andar de ônibus na Bolívia

viajar de ônibus na Bolívia

Por mais que a infraestrutura na Bolívia tenha melhorado nos últimos anos e muitas rodovias estejam pavimentadas, andar de ônibus pelo país ainda é uma aventura à parte. Muitas empresas operam com veículos velhos e não é comum ver um parado na beira da estrada.

Os bolivianos também não seguem muitos protocolos. O motorista para onde e quando quer, seja para almoçar ou ir no banheiro. Na hora de sair, eles não conferem as poltronas. O motorista liga o ônibus e espera um pouco e sai com aqueles que apareceram. Volta e meia, alguém acaba sendo esquecido em algum restaurante.

Se é preciso abrir mão de um certo conforto, em compensação, os trechos são muito baratos. Paguei R$ 15 para ir de La Paz até Cochabamba, uma viagem de nove horas, em um ônibus cama. Já pensou até onde é possível ir, no Brasil, com esse valor?



Como é o sistema de ônibus

empresas de onibus bolívia

Todas as grandes cidades da Bolívia possuem um terminal rodoviário e diversas empresas podem explorar um mesmo trecho. Assim, você compra a passagem diretamente no guichê da companhia. Geralmente, é preciso pagar uma taxa de utilização do terminal antes de embarcar.

Outro meio de transporte muito utilizado são as vans, que cobrem distâncias de até seis horas. Custam o mesmo que os ônibus mais baratos, são mais rápidas e costumam sair das praças principais.

Há ainda uma terceira alternativa muito utilizada pelos locais que são os caminhões, identificados por um cartaz com o nome da cidade para onde estão indo colado no vidro. Não fiz nenhum trajeto dessa forma, mas é uma forma bem comum de viajar pela Bolívia.

Empresas

São inúmeras empresas que exploram as rodovias bolivianas. Se você vai de Copacabana para La Paz, por exemplo, a mais popular é a TransCopacabana. Para Uyuni, a TransOmar. Trechos como La Paz – Cochabamba custam muito barato porque há uma infinidade de companhias para você escolher.

Existem boas empresas de ônibus na Bolívia, mas lembre-se que você terá que pagar por isso. Quando fui de Sucre para Tarija, tomei um TransEmperador, que só oferecia serviço cama. Veículo muito limpo e poltronas confortáveis. Paguei um pouco mais por isso, mas não foi tanto assim: a passagem custou R$ 80, para um trecho de 470km (10 horas de viagem).

Outras companhias populares são a Panasur, Todo Turismo  e Cruz del Norte.

Segurança

Em geral, é seguro viajar de ônibus pela Bolívia. O problema mais comum é com o roubo de bagagem, mas basta ficar atento que nada vai acontecer.

Primeiro, tente não descuidar das suas coisas enquanto o bagageiro do ônibus está aberto. Algumas rodoviárias, como de Tarija, possuem um sistema de segurança que impede a entrada de qualquer pessoa no embarque. Em outras, como La Paz, não há qualquer restrição de acesso ao local onde o ônibus estaciona. Nesses locais, fique atento.

valor passagem onibus bolívia

O segundo cuidado que se deve ter é com a bagagem de mão. Quando o ônibus para, muitos bolivianos sobem para vender alimentos e bebidas. Não é incomum que passem a mão em alguma bolsa abandonada. Por isso, sempre que descer do veículo, leve sua mochila junto (o que vale para qualquer lugar do mundo, na verdade) e a mantenha em algum ponto que fique à sua vista!

Distâncias entre cidades e valor da passagem

Os preços são os valores médios que você vai pagar para uma viagem direta entre as duas localizações. Há como pagar mais ou menos, de acordo com a qualidade do serviço que você contratar ou se você fizer paradas pelo caminho nas viagens mais longas (como ir de Santa Cruz a La Paz, porém descendo em Cochabamba).

La Paz – Copacabana: 4 horas de viagem – BOL 30 (R$ 15)
La Paz – Cochabamba: 9 horas de viagem – a partir de BOL 30 (R$ 15)
La Paz – Santa Cruz de La Sierra: 18 horas de viagem – BOL 180 (R$ 90)
La Paz – Sucre: 20 horas de viagem – BOL 150 (R$ 15)
La Paz – Uyuni: 10 horas de viagem – BOL 150 (R$ 75)
Santa Cruz de La Sierra – Uyuni: 23 horas de viagem – BOL 230 (R$ 115)
Sucre – Uyuni: 8 horas de viagem – BOL 60 (R$ 30)

Gastando menos

Se já é barato viajar de ônibus pela Bolívia, há algumas formas de você economizar ainda mais!

– Passagens noturnas chegam a custar o triplo de uma passagem diurna. Em vésperas de feriados e finais de semana esse valor também pode aumentar.

– Para destinos com uma grande quantidade de oferta de passagens, o melhor é deixar para comprar na hora. Sempre é possível conseguir um bom desconto assim.

Henrique Lammel

Jornalista e produtor de conteúdo

2 comentários em “Preços, distâncias, segurança – Como é andar de ônibus na Bolívia

  • julho 11, 2018 em 1:32 pm
    Permalink

    Henrique, muito pontual. Pretendo ir em dezembro/18 e suas informações me ajudaram bastante.
    Super obrigada.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.