O que é a montanha Huayna Picchu? Como é a trilha?

o que é a montanha Huayna PicchuSubir a montanha Huayna Picchu (ou Wayna Picchu) é considerado o ápice para quem vai visitar Machu Picchu. Não somente por ser a atração mais procurada e ter um número bem limitado de visitantes diários, o que obriga os interessados a comprar o ticket com pelo menos um mês de antecedência.

O caminho para o topo da montanha é bem puxado e extremamente íngreme. Além disso, várias passagens lhe deixam totalmente exposto ao vale do rio Urubamba. Não é uma caminhada indicada por quem sofre de vertigem ou medo de altura.

Huayna Picchu – que significa montanha jovem em quêchua, o idioma nativo do incas que até hoje é falado no Peru – ainda reserva outras atrações para os seus visitantes, como o Templo da Lua. O local sagrado foi construído dentro de uma caverna natural.

Templo de la Luna dentro de caverna em Machu Picchu
Entrada para o Templo de la Luna

Como é a trilha da montanha Huayna Picchu?

Huayna Picchu está a 2693 metros do nível do mar. Mesmo que a distância seja praticamente a mesma que a da trilha para a montanha Machu Picchu, com dois quilômetros de percurso, a dificuldade é maior, com uma subida de 300 metros por caminhos estreitos e íngremes.

Os degraus das escadarias de pedras construídas pelos incas tem, em média, 35 centímetros de altura, 70 de largura e 15 de profundida. Se não bastasse, você precisa caminhar entre um paredão formado pelas paredes da montanha Huayna Picchu e o vale do rio Urubamba, ficando totalmente exposto a penhascos e precipícios.

Cidade de Machu Picchu vista desde Huayna Picchu

Em alguns pontos, é preciso passar por alguns locais mais difíceis. Quando se está quase chegando ao cume, por exemplo, há uma passagem por dentro de uma pedra onde cabe apenas o corpo de uma pessoa, o que pode ser bem sufocante. Mesmo assim, há alternativas de fazer um trajeto maior, dando a volta por trás e evitando esse obstáculo.

Em média, leva-se de duas a três horas para subir e descer até o topo da montanha. O ideal é que você se prepare fisicamente, pelo menos um mês antes de enfrentar a trilha.

.: Machu Picchu barato: de van pela hidrelétrica;
.: O tour pelo Vale Sagrado dos Incas.

Como comprar o ingresso para Huayna Picchu?

O ingresso precisa ser comprado antecipadamente. A melhor forma é adquirir diretamente do site oficial, conforme a gente explica neste artigo. Assim, você escapa das taxas que são cobradas pelas agências de turismo.

Para Huayna Picchu, recomenda-se que se faça a compra com no mínimo um mês de antecedência, devido ao baixo número de ticket disponíveis e a grande procura por eles.

99 - Machu Picchu - Juin 2009.edit3.jpg
By Martin St-Amant (S23678) – Own work, CC BY-SA 3.0, Link

Ao comprar o bilhete, você ainda deve escolher o horário em que vai começar a subida: das 7h ás 8h ou das 10h às 11h. Os turnos buscam melhorar o fluxo de turistas pela trilha. Como as escadarias e caminhos são muito estreitos em alguns pontos, é preciso esperar, às vezes, a passagem de outras pessoas. Com a divisão de horários e a criação de dois grupos de 100 pessoas, reduziram-se os problemas com congestionamentos.

Pelo site oficial de Machu Picchu, a entrada para o sítio arqueológico com ingresso para montanha Huayna Picchu custa PER 200. Importante lembrar que a trilha não é permitida para menores de 12 anos ou quem sofre de vertigem em lugares altos.

Dicas

– Machu Picchu fica numa região muito instável e chuvas são comuns. Nessas condições, as pedras das escadarias para o topo de Huayna Picchu podem ficar úmidas e lisas. Redobre a atenção nessas condições (e se possível, tenha botas e um casaco impermeável);

– Se você realmente quer subir a montanha, não deixe para a última hora, compre seu ingresso antecipado;

– Não saía da trilha principal por motivo algum. Lembre-se que você está caminhando pelas paredes de uma montanha totalmente exposta e quedas não são incomuns.

Machu Picchu no verão

Henrique Lammel

Jornalista e produtor de conteúdo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.